Sobre refrigerantes e assemelhados

refri_petterson

Bebidas adoçadas são atualmente a maior fonte de açúcar adicionado na dieta dos humanos, chegando a 50% do total consumido. As bebidas adoçadas são os refrigerantes, sucos industrializados, sucos de soja, energéticos, bebidas lácteas, drinks instantâneos, chás em lata, cappuccinos, café com açúcar, etc. Nos últimos anos, muitas notícias têm pipocado na imprensa a respeito dos efeitos nefastos na saúde que estas bebidas proporcionam. Agora, cientistas de Boston (EUA) publicaram no Jornal do Colégio Americano de Cardiologia uma revisão com o propósito de atualizar as evidências que conectam o consumo de bebidas adocicadas com risco de complicações cardiometabólicas, com ênfase no efeito da frutose.

Os autores calcularam que o consumo de uma ou duas porções ao dia destas bebidas eleva o risco de surgimento de diabetes em 26%, risco de infarto em 35% e risco de “derrame” em 16%. Além disso, o consumo regular também está associado a ganho de peso, gota e doenças renais.

A frutose  é um dos principais açúcares utilizados na indústria alimentícia, mas também ocorre naturalmente na natureza, em frutas especialmente; quando ela está presente em alimentos integrais, como frutas e vegetais, não é um problema para nosso metabolismo, pois a quantidade é menor e a absorção lenta, devido ao componente fibroso deste alimentos; já a frutose em bebidas é absorvida muito rapidamente, causando elevações rápidas na glicose sanguínea, além de não promover saciedade e levar a um aumento da ingesta de energia; devido; a frutose das bebidas também causa aumento de peso, acumulação de gordura visceral, alterações no colesterol, e deposição de gordura em locais incomuns, além de aumento do ácido úrico e resistência à insulina.

Os autores fizeram uma análise das bebidas que poderiam substituir as adocicadas: a água é a opção ótima, e o café sem açúcar ou o chá sem açúcar as opções aceitáveis; sucos naturais de frutas ou bebidas com adoçantes seriam menos recomendados.

Os autores acrescentam que o ideal seria NUNCA beber refrigerantes. Quanto aos sucos naturais, apesar de parecerem mais saudáveis devido ao seu conteúdo de vitaminas e outros nutrientes, eles também contêm quantidades similares de açúcares e sua ingesta está associada a ganho de peso e diabetes. E as bebidas com adoçantes sintéticos podem ser uma alternativa porque fornecem poucas ou zero calorias – os autores salientam, entretanto, que pouco se sabe sobre as consequências a longo prazo de seu consumo, portanto não podem ser recomendadas.

A conclusão dos autores é que todos consumidores de refrigerantes e bebidas adocicadas em geral devem ser estimulados a substituir estes líquidos por água, ou café sem açúcar, ou chá sem açúcar (ou, no caso dos gaúchos, chimarrão).

Fontes:

http://www.medscape.com/viewarticle/851956

http://content.onlinejacc.org/article.aspx?articleid=2445331&resultClick=3

 

 


Comentários

Deixe um Comentário