Quem come rápido engorda mais

aaa1211111-400x3151

Estudo japonês, apresentado no encontro anual da American Heart Association, avaliou se a velocidade com que comemos traz algum impacto na saúde. Para tanto, os pesquisadores acompanharam 1083 japoneses que fizeram exame de saúde anual e auto definiram sua velocidade ao comer em rápida, normal ou lenta. Após 5 anos de seguimento, houve algumas observações importantes:

A chance de vir a desenvolver a síndrome metabólica (associação de pressão alta, diabetes ou pré-diabetes, elevação de triglicerídeos e colesterol, redução de colesterol bom) foi 11,6% para os comedores rápidos, 6,5% para os comedores normais e 2,3% para os comedores lentos. Quem declarava comer mais rápido também ganhou mais peso durante o seguimento.

Os resultados foram controlados para outros fatores que diferiam entre os grupos, o que faz pensar que o hábito de comer velozmente seja mesmo responsável por parte da diferença observada.

Outros estudos já mostraram que comer rápido contribui para o surgimento de obesidade, em parte porque favorece comer em excesso. Se você mastiga mais tempo sua comida, passa mais tempo comendo, e tem mais chances de se sentir “cheio” com menos comida, já que são necessários 20 minutos para que os sinais do estômago cheguem ao cérebro avisando que você está “cheio”. Além disso, comer rápido também causa flutuações maiores e agudas na glicose no sangue, levando a um aumento do estresse oxidativo.

Eis um hábito que parece não ser difícil de implementar: comer devagar.

 

Fonte: https://www.medscape.com/viewarticle/889084

http://circ.ahajournals.org/content/136/Suppl_1/A20249


Comentários

Deixe um Comentário