NADAR DEPOIS DE COMER CAUSA CONGESTÃO?

comernadar

Percebi que existe muito interesse pelo assunto acima, especialmente nessa época de verão, piscinas, praia, etc. Resolvi abordar esse tema, mas me deparei com uma explicação tão boa que resolvi simplesmente reproduzi-la aqui, com créditos:

A congestão é um mal-estar provocado por atividades físicas – como correr, nadar e jogar futebol – depois de uma refeição pesada. Ocorre porque os exercícios desviam para os músculos o sangue concentrado no estômago e no intestino para a digestão. Ao contrário do que se costuma pensar, o problema não mata; geralmente ele desaparece em pouco tempo.

A congestão é um dos grandes fantasmas no setor da saúde a rondar o dia-a-dia dos brasileiros. Pouca gente sabe o que é e como é causada. Mas a maioria arrisca seus palpites, acrescentando histórias de parentes e conhecidos que teriam enfrentado problemas na área. E se perpetuam as inverdades.

Congestão é um mal-estar que as pessoas sentem ao praticar atividades físicas fortes – como nadar, jogar futebol, correr ou malhar em academia – depois de fazer refeições pesadas. A explicação é simples. Quando um indivíduo se alimenta, boa parte do sangue concentra-se em seu estômago e, especialmente, em seu intestino para absorver as substâncias necessárias ao organismo, sobretudo proteínas e gorduras. Mais pesada a refeição, maior a exigência sanguínea no processo. O sangue, porém, nunca é desviado do coração e da cabeça, órgãos vitais. É retirado dos músculos, da pele e de outras regiões.

Ao se fazer exercícios, os músculos exigem grande irrigação sanguínea. Se a pessoa acabou de comer, há necessidade também de muito sangue no aparelho digestivo e surge um conflito: não há sangue suficiente para ambas atividades. Nessa situação, são duas alternativas. Quando o sangue se desloca para os músculos, provoca a congestão, ou seja, interrupção forçada e repentina no aproveitamento das substâncias contidas nos alimentos, o que interfere no processo de digestão. Se o líquido, por outro lado, fica concentrado nos intestinos, a pessoa sente dores e cãibras musculares tão intensas quanto maiores forem seus esforços físicos.

As vezes, diante da grande exigência de sangue nos músculos e nos intestinos ao mesmo tempo, pode haver diminuição de irrigação sanguínea no coração e no cérebro. Resultado a pessoa sente-se mal e desmaia. Em indivíduos sadios geralmente isso não tem maiores consequências – apenas caem, logo o fluxo de sangue se reequilibra e eles se recuperam. Em quem já apresenta problemas de circulação, como ocorre com parte dos idosos, pode ser mais grave e haver isquemia (deficiência de irrigação do cérebro) e derrame cerebral, doenças que causam danos irreversíveis a partes do órgão, com a consequente perda de funções vitais, e às vezes levam à morte.

Por outro lado, olhar no espelho, lavar a cabeça, ler por longo tempo, tomar banho de água fria e entrar na piscina depois das refeições não levam à congestão. Já a água quente – da piscina de hidromassagem, por exemplo – e o calor da sauna podem causar o problema. Quando entramos em água quente demais, o sangue concentra-se em nossa pele para eliminar o excesso de calor do organismo pelo suor. Assim, se for após uma refeição muito pesada, pode haver congestão.

Os sintomas são mal-estar, palidez, tontura, fraqueza, sensação de peso no estômago e dor de cabeça. Às vezes há também vômito, porque o alimento digerido tem de desocupar o estômago. A única maneira de que dispõe o organismo é lançá-lo fora pela boca. Pessoas com congestão devem permanecer deitadas de lado, porque, além de ser uma posição dita confortável, se vomitarem o líquido não vai para o pulmão.

O mal, ao contrário do que muitos dizem, geralmente não mata. A cãibra que atinge uma pessoa que esteja nadando depois de uma refeição, contudo, pode levá-la a afogar-se e morrer. Esse é o motivo para não se entrar na piscina, sobretudo crianças, que não são capazes de ficar quietas.

Congestões normalmente passam logo e não requerem consulta médica. Quem desmaia e demora a recuperar os sentidos, porém, deve procurar um especialista, porque pode ter outros problemas.

Ou seja, o que causa congestão é atividade física intensa ou banhar-se em água quente depois de uma grande refeição.

Fonte:

 Arnaldo Lichtenstein é doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Trabalha como clínico gearal no Hospital das Clínicas da FMUSP e no Hospital Israelita Albert Einstein, na capital paulista

 

http://odiosvaldovigas.blogspot.com.br/2013/04/congestao-e-causada-por-excesso-de.html

 


Comentários

Deixe um Comentário