Segurança e utilidade do Cigarro Eletrônico

cigarro-eletronico-fumar-size-598

Os cigarros eletrônicos estão popularizando-se rapidamente, apesar de ainda proibidos no Brasil (http://clinicapetterson.com.br/cigarros-eletronicos-e-o-coracao/). Muitas publicações têm questionado suas segurança e eficácia como método de abandono do tabagismo. Com o passar dos anos, mais e mais estudos a respeito são publicados, infelizmente até agora nenhum de grande tamanho.

Para sobrepujar esta falta de um grande estudo, os pesquisadores do instituto britânico Cochrane realizaram uma análise conjunta muito criteriosa de todos dados existentes até o momento, oriundos de diversos pequenos estudos já realizados (um total de 13 estudos).

Os estudos que compararam o cigarro eletrônico com nicotina versus o cigarro eletrônico sem nicotina para abandono do tabagismo somaram cerca de 600 participantes, e a análise conjunta mostrou superioridade do cigarro eletrônico com nicotina. Não foi possível determinar se o cigarro eletrônico é melhor do que os emplastros de nicotina, pois os dados são muito escassos nesta comparação; apenas um estudo mostra superioridade dos cigarros sobre os emplastros, mas os números são pequenos. Por último, nenhum dos estudos mostrou qualquer malefício à saúde com até 2 anos de uso dos cigarros eletrônicos.

Somente o tempo indicará a real posição dos cigarros eletrônicos no arsenal disponível conta o vício do tabagismo, porém os resultados (ainda iniciais) indicam que eu uso parece seguro, e com alguma eficácia no abandono do fumo. Mesmo que, mais tarde, comprove-se algum malefício dos cigarros eletrônicos, dificilmente o malefício atingirá a magnitude do mal provado pelo cigarro comum.

Fonte: http://summaries.cochrane.org/CD010216/TOBACCO_can-electronic-cigarettes-help-people-stop-smoking-or-reduce-the-amount-they-smoke-and-are-they-safe-to-use-for-this-purpose


Comentários

Deixe um Comentário