As pessoas morrem mais logo depois do Natal?

natalpetterson

Há décadas está descrito o chamado “Christmas Holiday effect”, um aumento nas mortes naturais fora de hospitais no Natal e Ano-novo nos EUA. Este pico de mortes já foi documentado em vários anos diferentes, e supunha-se ser causado pelo frio, já que esta é a época do ano mais fria nos países do hemisfério norte.

Agora, pesquisadores neozelandeses publicaram no periódico médico JAMA um estudo a respeito do assunto realizado no hemisfério sul, na Nova Zelândia, onde as festas de fim-de-ano coincidem com o verão.

Os pesquisadores coletaram os dados registrados de todas mortes naturais de origem cardíaca ocorridas fora de hospitais nos últimos 25 anos naquele país, e fizeram o cruzamento com as datas festivas, como mostra a figura:

sem-titulo-1

 

Os dados mostraram que houve um excesso de 4,2% na mortalidade por doenças do coração fora de hospital nos dias que sucedem ao Natal (de 25 de dezembro a 7 de janeiro) em comparação à mortalidade esperada.

Então, afasta-se o frio como fator determinante para estas mortes em excesso.

As hipóteses dos autores para explicar o achado são diversas:

  • Talvez as pessoas posterguem a procura por serviço médico perto do Natal (“deixem para depois”) e depois seja tarde.
  • Estresse emocional relacionado às festas
  • Consumo excessivo de álcool
  • Consumo excessivo de alimentos
  • Muitas viagens para rever familiares, com alteração do ambiente em que as vítimas costumam viver.
  • Menos serviços médicos disponíveis.

Na minha experiência profissional, o número 1) faz muito sentido, talvez seja o mais importante.

FONTES:

http://www.medscape.com/viewarticle/873885

Knight J, Schilling C, Barnett A, et al. Revisiting the “Christmas Holiday Effect” in the Southern Hemisphere. J Am Heart Assoc 2016; DOI:10.1161/JAHA.116.005098. Article

 


Comentários

Deixe um Comentário