Arritmia

arritmia

Chamamos de arritmia as alterações no ritmo do batimento cardíaco do coração. Normalmente, o coração bate num ritmo regular, entre 50 e 100 batidas por minuto, em repouso, podendo chegar a 200 durante grande esforços, dependendo da idade do indivíduo. Quando ocorre uma arritmia, o coração bate a menos de 50 batidas por minutos em repouso, ou então mais de 100, ou então bate fora do ritmo correto. Existem dezenas de arritmias diferentes, e suas causas e conseqüências também são diferentes. Na maioria dos casos, o que a pessoa sente quando existe uma arritmia são palpitações. Palpitação é a sensação anormal dos batimentos do coração, dentro do peito. Porém, existem outros sintomas de arritmia: desmaios, falta de ar, tonturas, dor no peito, etc. Muitas arritmias são inofensivas, e não necessitam tratamento. Em alguns casos, apesar de inofensivas, são incômodas, e por isso podem ser tratadas. Mas existem arritmias perigosas, que podem ocasionar “derrames” ou até morte súbita. Por isso, sempre que detectada uma arritmia, deve-se investigar o que está acontecendo para esclarecer se existe algum risco e/ou necessidade de tratamento. O tratamento das arritmias pode ser realizado com medicamentos ou até com pequenos procedimentos cirúrgicos. Caso você tenha uma arritmia, e ainda não tenha sido esclarecido qual é o tipo de arritmia, e qual o perigo que ela representa, agende uma consulta com um cardiologista para esclarecer a situação.


Comentários

04/03/2013 23:08

ADONIS BROCK

Reply

Parabéns pelo site, conteúdo simples e didático. Aguardo novos assuntos. Um grande abraço.

Deixe um Comentário